Saiba como calcular preço de revenda na sua loja de roupa!

Saiba como calcular preço de revenda na sua loja de roupa!

Saiba como calcular preço de revenda na sua loja de roupa!

Existe fórmula para um preço competitivo? Uma das maiores dúvidas do lojista, e principalmente de quem está começando, é como calcular o preço de revenda na sua loja de roupas.

E a venda está ligada a compra. Comprar bem é o primeiro passo para que o seu produto seja bem vendido. Mas não é só isso. Há mais para saber e por isso, neste artigo, vamos mostrar para você como calcular o preço das suas roupas.

Comprar bem, vender melhor

O mix bem feito de uma loja de roupas é o pulo do gato de quem quer vender bem. Ou seja, ganhar dinheiro. E para isso é preciso saber como calcular o preço de revenda na sua loja de roupas. Esta “mistura” de itens é o primeiro passo para garantir que você conhece bem o seu público e o seu posicionamento. Fica fácil entender o que significa o posicionamento. E não é só o local físico onde a sua loja sediada. Não! Claro que isso é também muito importante porque tem a ver com outro fator que é o fluxo de pessoas. Ou seja, quanto o maior fluxo, maior é a possibilidade de clientes, e de uma menor margem de lucro.

Saiba como calcular preço de revenda na sua loja de roupa!

É uma conta fácil de ser feita! Quanto menor o fluxo, maior o preço. E quando falamos de posicionamento, o que está em causa é a ideia clara de que produtos a sua loja irá vender. Ou seja, que tipo de roupas estarão disponíveis para o seu cliente.

Por isso é tão importante conhecer o seu público-alvo, em outras palavras, quem você quer agradar. E quando falamos de revenda, primeiro precisamos falar de custo. Mas o que é o custo? Para revender a sua mercadoria num preço confortável para a sua loja, é preciso saber que ele deverá contemplar quer o custo da compra de determinado produto, neste caso, de roupas, e também o dos custos fixos.

Toda empresa tem custos fixos e não dá para fugir deles. São os custos que todo o mês aparecem no seu orçamento. E se não aparecerem, algo de muito errado está acontecendo: folha de pagamento e aluguel são alguns dos exemplos.

Fórmula do 100%

Alguns especialistas, afirmam que o preço para a revenda deverá ser o dobro do custo da compra. Inclusive, se for possível, o ideal é a margem ainda ser maior. Essa conta parece a melhor das soluções, mas será que é possível?

Voltando ao início deste artigo, falamos de posicionamento. Clarificando quem é o seu público-alvo, tendo em conta o seu fluxo de clientes, ficará mais fácil chegar nesta meta. E tudo tem a ver com um bom mix de produtos. Quanto melhor o mix, maior a venda. Aplique o 100% nos preços a vista. Já, se o valor será parcelado tente puxar um pouco mais para cima.

Calculando o preço de revenda

Pare para pensar. Revender significa margem. E o seu lucro depende dessa margem ser bem feita. E voltamos ao mix. Mesmo que a sua loja seja conhecida por vender determinado tipo de produtos e com uma média de preços, o seu mix deverá ter três faixas de preço.

Esta diferenciação de faixa de preço, ajudará na hora de fidelizar a clientela e não gerar frustração. Quando se fala de roupas e loja de roupas, todo cuidado é pouco para não frustrar o cliente. E como se faz essa diferenciação? Simples.

No mix da sua loja de roupas, você deverá ter produtos básicos como regatas, blusinhas de cores também básicas para complementar as outras peças. Ou seja, tudo tem que ter potência de combinação. Estes produtos básicos estão na primeira faixa de preços, ou seja, os mais baratos.

A segunda faixa é a “cara” da sua loja. A maioria dos produtos que você comercializa devem ser precificados com o valor mais comum. É o posicionamento de que já falamos. E a última faixa, correspondem aos produtos mais caros.

Em menor número, eles não podem faltar no seu mix, garantindo looks mais sofisticados e com uma maior margem de lucro. Agora que você já sabe como calcular o preço de revenda na sua loja de roupas, invista no mix perfeito!

Como calcular o lucro das peças vendidas na sua loja

Como calcular o lucro das peças vendidas na sua loja

Como calcular o lucro das peças vendidas na sua loja

Existem tarefas dos bastidores de um negócio que geram inúmeras dúvidas entre os empreendedores.

A margem de lucro sobre os produtos vendidos é um exemplo disso, onde muitos acabam confundido todo o dinheiro que entra em seu negócio com o lucro, que definitivamente é muito perigoso.  

Confundir lucro com o caixa pode acabar com o seu negócio, por isso deve entender as diferenças que existem entre ambos os conceitos. Enquanto o lucro é a diferença calculada entre o valor obtido com uma venda e custos envolvidos com a realização do trabalho, o caixa é todos os valores que de certo modo entraram na empresa, sem o cálculo de custos e entre outros.  

Obviamente que esse não é um assunto de fácil compreensão e por isso os empreendedores costumam ter uma equipe financeira capaz de fazer essa distinção corretamente, mas nem sempre o negócio em fase inicial possui capital suficiente para contar com uma equipe ampla. Ou seja, é crucial ter conhecimento sobre como calcular o lucro das peças vendidas na sua loja. 

Você não precisa ser um expert da matemática e estatística, mas entender o básico é necessário para garantir a saúde financeira do negócio. Confira abaixo dicas sobre como fazer esse cálculo e entender o lucro da sua loja.  

Atenção a fórmula principal para cálculo do lucro

Como calcular o lucro das peças vendidas na sua lojaO cálculo para saber a sua margem de lucro é feito através de uma fórmula simples: divida o lucro pela receita total e multiplique o resultado por 100 

Por exemplo, a sua empresa pagou cerca de R$ 150 em um produto para a revenda do mesmo por cerca de R$ 200. Até então ela teve um lucro de R$ 50, mas isso não significa que o valor vai para o seu bolso. Pelo contrário, é preciso entender que para o produto ser vendido podem ter outros custos.  

No caso custo fixos, variáveis e até operacionais que poderiam ser desde o gasto para ir pegar o produto que vai revender, o funcionário que fez essa venda e assim em diante. Tudo isso conta como custo e entra para receita total que vai ser usada para calcular a margem de lucro oficial do produto.  

Então imagine que o custo para vender esse produto foram de R$ 20. Logo o lucro é de R$ 30 (resultado obtido com a subtração de R$ 50 de lucro para R$ 20 de custos) e a receita total R$ 50. Contudo, essa fórmula apresenta a porcentagem de lucro para com o produto e o cálculo seria: R$ 30 dividido por 50 x 100 = 60. Ou seja, a empresa teve uma margem de lucro de 60%.  

A diferença de lucro líquido e lucro bruto

Como calcular o lucro das peças vendidas na sua lojaExiste uma grande diferença entre lucro líquido e lucro bruto. Aliás, essa é uma diferença muito importante para a efetividade do negócio pois basta confundi-los para ter prejuízos que bagunçam as finanças da sua empresa. 

Portanto, entenda como lucro líquido o resultado do cálculo: lucro bruto – despesas (fixas e variáveis). Já o lucro bruto é o resultado obtido a partir do cálculo: vendas no período – custo das mercadorias vendidas. Sem esse tipo de cálculo é impossível ter uma noção “real” sobre o lucro das peças. 

 Analisando os passos para calcular o lucro das peças vendidas na sua loja é provável que você se sinta perdido devido a necessidade de analisar todo e qualquer custo que a sua empresa tenha tido para vender o produto em questão. Mas conforme você pratica esse processo se torna mais simples e se precisar basta buscar ajuda de profissionais especializados em finanças.