Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Construir um negócio de sucesso não é uma tarefa simples. Pelo contrário, é necessário se esforçar para superar todos os obstáculos que surgem pelo caminho inclusive em relação aos custos para vender seu produto/serviço. 

O crescimento de um negócio depende de diversos fatores, não apenas da vontade de alcançar a independência financeira ou ter o próprio negócio. É claro que esses são fatores importantes e que em algum momento podem influenciar a caminhada rumo ao sucesso, mas o que mais impede que um negócio cresça em seu ramo de atuação é sua impossibilidade de investir.  

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando poucoNão existe uma fórmula secreta. Todo negócio que deseja crescer e ter um aumento na margem de lucro preciso investir, mas isso não significa que é necessário gastar amplas quantias. É possível crescer o seu negócio muito, gastando pouco e o suficiente para ampliar as suas atividades no mercado.   

Com criatividade, pesquisa e estratégias eficientes isso se torna realidade, basta contar um plano de ação que possibilidade a busca por esse sucesso. 

Quer saber como crescer o seu negócio gastando pouco? Confira as dicas.      

Pesquise o mercado e os hábitos do seu público

Antes de cogitar a possibilidade de investir em anúncios ou outras ações é indispensável pesquisar o mercado, entender o que está acontecendo, ter noção sobre as tendências e claro, saber se os hábitos do seu consumidor passaram por mudanças. A pesquisa e o conhecimento direcioná-lo para o caminho correto ao apostar em algo que esteja de acordo com o mercado.   

Marque presença na internet. Esteja nas redes sociais

Se a sua empresa não está nas redes sociais ela praticamente não existe. É óbvio que as redes são dominadas por jovens, mas nesse tipo de mídia há consumidores de todos os tipos e idades, por isso é uma boa manter-se em um ambiente que o seu consumidor pode encontrá-lo com facilidade sem grandes custos. Mas não basta “estar”, é preciso se comunicar ativamente.  

O cliente satisfeito é sua maior máquina de divulgação

Um cliente feliz e satisfeito com a sua compra é uma das propagandas mais valiosas que existem para um negócio, por isso a sua empresa precisa ter o atendimento centralizado na satisfação do consumidor. Foque na simpatia e faça seu cliente se sentir especial. Tente trabalhar o pós-venda e deixe-o se sentir parte da empresa pois com isso é óbvio que ele irá recomendá-la. 

Uma empresa de sucesso não é nada sem um time de sucesso

Nenhuma empresa cresce sem ter um time competente que a mantem em evidência no mercado. Comece a valorizar o seu time para que o trabalho executado por ele faça a diferença na trajetória da empresa. Certifique-se de que os objetivos de todos estejam alinhados e que tenham vontade de ver a empresa vencer. Estimule, valorize e faça seu time se sentir especial.  

Inove na comunicação, nos produtos e assim em diante

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando poucoOs consumidores gostam de negócios que se adaptam as suas necessidades e oferecem produtos inovadores capazes de aumentar a sua satisfação. De fato, a sua empresa precisa começar a pensar para frente, no futuro e ter a pré-disposição para oferecer experiências diferentes do comum e que vão mostrar seu empenho em torná-lo o público-alvo cada vez mais satisfeito.  

Não existe fórmulas secretas quando o assunto é fazer seu negócio crescer e se sobressair no mercado. É claro que investir é interessante para que os consumidores notem as diferenças, mas isso não é tudo. É possível crescer o seu negócio muito, gastando pouco seguindo essas dicas, portanto, faça uma reflexão e mude a forma como tem buscando relevância no mercado. 

Venda mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do Facebook

Venda mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do Facebook

Venda mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do Facebook

O Facebook é considerado uma das redes sociais mais influentes do mundo que reúne 2.167 milhões de usuários ativos segundo os dados do relatório “Digital in 2018” desenvolvido pelas empresas We Are Social e Hootsuite. 

A rede começou a ser usada pela maioria dos usuários como uma forma de se comunicar com os amigos e familiares distantes, porém com o tempo as empresas enxergaram uma oportunidade de se aproximar do seu público-alvo, aumentando as suas vendas e principalmente fidelização os clientes. 

Venda mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do FacebookTanto os empreendedores como os consumidores são beneficiados com as ferramentas do Facebook, pois as mesmas tornaram o processo de busca e venda dos produtos ou serviços muito mais simples, além de ser confiável. 

Contudo, para as empresas que desejam alcançar seu público com chances reais de convertê-lo em cliente é importante apostar em anúncios na rede, pois eles aumentam o seu alcance e direciona-o aos clientes em potencial. 

O problema é que usar o gerenciador de anúncios do Facebook Ads não é a tarefa mais simples e isso pode afetar o desempenho de suas campanhas, além de prejudicar a sua relevância na rede social. Portanto, é importante conhecer todos os recursos da ferramenta e trabalhar com estratégias que ajudam a melhorar o desempenho dos seus anúncios e claro, das vendas.  

Veja dicas para melhorar o desempenho dos seus anúncios do Facebook. 

O seu anúncio não se vende sozinho

A primeira dica é a mais importante. Muitas pessoas não entendem que os anúncios por mais incríveis que sejam não vendem sozinhos. Crie o anúncio apenas ao entender a dinâmica da ferramenta e saber qual é o perfil do seu público-alvo, além das otimizações e boas práticas que fazem diferença no resultado. Sem conhecimento será basicamente um investimento à cegas.  

Teste o anúncio antes dele ir ao ar

A maioria dos anúncios que fracassam são por falta de conhecimento e até de testes. Antes de divulgar o anúncio é preciso analisá-lo e identificar se o público chegará ao objetivo da campanha. Analisar a segmentação do seu anúncio, erros ortográficos, página para onde a pessoa será direcionada, a proposta de valor da oferta e entre outros pode evitar erros prejudiciais. 

Seja específico no direcionamento do anúncio

Atirar para todos os lados não vai melhorar os resultados do anúncio. Pelo contrário, isso pode torná-lo irrelevante. Tente restringir o público através de locais, interesses, idades, comportamentos específicos e outros que são interessantes para a sua empresa. Invista no seu público-alvo real ao invés de tentar conquistar pessoas que não oferecem retornos para a empresa.  

Atenção com a mensagem e imagem do anúncio

O primeiro contato do público com o anúncio será a partir da imagem e se ela o interessar, poderá ler a mensagem. Portanto, é importante se atentar a imagem e mensagem que irá usar na campanha. Ambas devem criativas, transmitir valor e conter gatilhos que influenciam o usuário a seguir com o próximo passo como clicar no anúncio, preencher um formulário e outros. 

Certifique-se de usar o pixel do Facebook

Venda mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do FacebookO pixel é um trecho de código que precisa ser instalado no site (no caso, o site que o anúncio levará o usuário) para obter informações e entender os caminhos dos clientes até a conversãoO interessante é que esse código vai permitir que adapte suas campanhas de acordo com o comportamento do cliente durante sua compra. Instale-o antes de anunciar no Facebook Ads 

Existem muitas outras maneiras para a empresa vender mais melhorando o desempenho dos seus anúncios do Facebook como os testes A/B ou até monitoramento dos leads gerados pelo anúncio. De qualquer forma, o ideal é trabalhar com os anúncios reais, atrativos e atualizá-los constantemente.   

Aumente as vendas com WhatsApp

Aumente as vendas com WhatsApp

Aumente as vendas com WhatsApp

Entre os aplicativos de mensagem instantânea e chamadas de voz ou vídeo o WhatsApp é considerado um dos mais influentes do mundo e aliás, o app se tornou basicamente uma extensão das pessoas onde quase todos usam.

Aumente as vendas com WhatsAppNo Brasil o aplicativo ocupa o terceiro lugar como uma das plataformas de mídia social mais ativa (dados do relatório “Digital in 2018: The Americas”, que foi desenvolvido pelas empresas We are Social e Hootsuite) e inclusive pelo menos 56% da população brasileira usa o app WhatsApp ativamente.

Esses dados mostram o quanto esse aplicativo tem ganhado espaço entre a população e para os empreendedores seria um desperdício não usar dessa influência para criar mais um canal de comunicação e vendas aos clientes.

Aumentar as vendas com WhatsApp é uma estratégia que pode ser muito eficiente, mas para isso é necessário ter atenção aos processos. É crucial o cuidado na forma como se comunica com o cliente nessa plataforma, pois qualquer deslize pode causar um atrito na relação do cliente e a empresa.

Confira abaixo algumas dicas para que aumente as vendas com WhatsApp.

  1. Peça autorização de seus clientes para mandar novidades

Antes de tudo você precisa montar uma lista de contatos para dar início ao processo de vender pelo WhatsApp. Você jamais deve incluir um contato à lista sem a autorização da pessoa. Coloque o seu número de WhatsApp nas informações de contato do seu negócio para o cliente ir até você ou peça sua autorização para enviar as novidades da marca estimulando a compra.

  1. Não foque apenas na venda, mas em atrair e engajar

O processo para realizar uma venda e fidelizar o cliente se inicia ao atrair a sua atenção e engajá-lo. Então a dica é não ir direto ao ponto e oferecer os seus produtos/serviços de forma agressiva. Ganhe a confiança dos clientes e melhore seu relacionamento com eles, pois é a partir disso que terá mais liberdade para sugestão de compra de produtos que sejam do seu agrado.

  1. Esteja disponível para o seu cliente, não o deixe esperando

Demorar de 30 minutos a 1 hora para responder é tolerável, o problema é quando você deixa seu cliente esperando um retorno por horas ou até dias. Você deve estar disponível para o cliente, se não o uso do WhatsApp como mais um canal de vendas será inútil. Mantenha-se atento e caso não puder responder envie mensagens automáticas dando “prazos” para retorná-lo.

  1. Deixe claro qual é o horário de atendimento do WhatsApp

Pode parecer óbvio essa dica, mas alguns clientes entendem errado a ideia do seu negócio ter um WhatsApp e por isso acham que deve respondê-los a qualquer momento do dia. É importante que deixe claro os horários para atendimento. Se possível deixe uma janela maior do que o praticado pelos comércios tradicionais. Assim evitará um cliente irritado (e sem ter razão). 

  1. Aproveite o status do WhatsApp para engajar ainda mais

Aumente as vendas com WhatsAppO novo status do WhatsApp segue basicamente a ideia dos stories que são usados no Instagram. Eles são bem dinâmicos por isso tornam a divulgação dos produtos/serviços mais interessante. No status você pode anunciar as ofertas do dia, lançamentos de novos produtos ou serviços, convidar o seu cliente para eventos, comunicar sobre promoções da marca e entre outros.

Para que aumente as vendas com WhatsApp será necessário ser ágil e ter disponibilidade suficiente para trabalhar no relacionamento com o cliente. Entenda que não basta deixar mais um canal de comunicação disponível ao cliente se não se prontifica a responder. Dê atenção ao cliente, faça ele se sentir especial e com isso pode estimular a compra de produtos/serviços.

 

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Conheça as tendências para o uso do e-mail marketing e dicas valiosas que irão fazer essa ferramenta vender de verdade.

Você sabia que e-mail completou 40 anos de vida?  E parece que essa potente ferramenta de relacionamento continuará existindo por muitas décadas. O segredo do sucesso? Trabalho contínuo de personalização do público alvo, com foco na qualidade dos materiais e menos foco na quantidade.

As empresas estão em fase de desenvolvimento de orçamentos. E esse é o momento de reativar programas de e-mail marketing e redirecionar novos esforços à inovação e velocidade dos trabalhos, tudo para acompanhar os clientes que andam cada vez mais exigentes.

Podemos esperar que as expectativas dos consumidores em relação ao conteúdo de qualidade aumentem – se tornou uma tradição nos últimos anos.  Os programas de e-mail marketing se tornarão ainda mais personalizados e interativos e, como resultado, mais eficazes para gerar receita e fidelidade às marcas.

Para atingir esses objetivos elevados, confira as dicas do Marketing Land, um dos portais de marketing digital mais relevantes da atualidade.  

Conteúdo certo na frente dos clientes certos

Os profissionais não terão mais desculpas para deixar a personalização de conteúdo do e-marketing de lado. Tudo porque o volume de dados que capturam em navegações, históricos de compra e preferências de e-mail é grande e são dados valiosos para formar um mailing consistente.

Se você ainda não pensou nisso, deverá priorizar a coleta e o uso de dados para a criação de conteúdos alinhados com seu público. Outra valiosa dica é seguir o comportamento de navegação, compra, clique e taxa abertura para identificar o conteúdo que mais atrai o interesse dos assinantes.

O crescimento de pedidos nos dispositivos móveis

Historicamente, o valor dos pedidos médios – via dispositivos móveis (AOV) – ficou muito atrás do seu parceiro – o desktop – porque o consumidor tem menor probabilidade de efetuar grande compras pelo celular. Por exemplo, comprar um veículo do próprio celular ainda não virou costume para a maioria dos consumidores.

Um levantamento da empresa Yes Marketing, mostra um crescimento significativo no valor do pedido médio de dispositivos móveis pela primeira vez em muito tempo. No terceiro trimestre de 2018, a AOV móvel foi de US $ 66,40, apenas US $ 20 a menos que a AOV de 2017 (US $ 86,20), e isso é apenas o começo.

Acredita-se que ainda nos próximos anos se tornará mais comum a prática comprar produtos – de valores elevados – por dispositivos móveis, à medida que a experiência do usuário melhore. Para aproveitar essa tendência, as marcas precisarão conquistar a confiança dos usuários oferecendo conteúdo detalhado do produto (descritivo inteligente), mais imagens e vídeos e depoimentos de clientes, para levar os assinantes do e-marketing às compras.

Crescimento do conteúdo interativo

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?Seguindo a tendência de anos anteriores, o conteúdo interativo continuará a crescer e servirá como um grande estímulo para impulsionar as vendas ou simplesmente entreter e educar o cliente.

E-mails marketings com jogos, questionários, carrosséis de imagens ou simplesmente cliques de ‘diversão’ (a palavra da ordem), permitirão ao usuário interagir com a marca, sem necessariamente deixar registrado o próprio e-mail.

Qualidade deve sobrepor a quantidade

A logística de entregabilidade das informações tornou-se uma preocupação séria para as empresas. Devido ao fraco gerenciamento de dados e ao aumento dos padrões dos principais ISPs, como Gmail, Yahoo e AOL, os e-mails podem chegar rapidamente às pastas de SPAM’S. Isso pode fazer com que todo o trabalho desenvolvido pelos setores responsáveis seja inútil.

Para alcançar a caixa de entrada dos contatos da lista é preciso maximizar a receita de campanhas de e-mail marketing. Afinal, o profissional precisa garantir que as mensagens cheguem às caixas de entrada de seus assinantes com total segurança.

É preciso deixar de focar na quantidade de e-mails enviados e se empenhar na produção de materiais de qualidade, tanto no quesito conteúdo como design de materiais e sistemas seguros de envios. Isso significa abraçar ainda mais as melhores práticas, como a segmentação de perfis, limpeza de dados e a verificação constante de e-mails que chegam e saem da caixa.

Além de alcançar os atuais assinantes, os profissionais mais inovadores usarão os dados para impulsionar seus esforços de aquisição digital e segmentar novos cadastros. Modernize suas listas de aquisições, anexando os tipos corretos de dados e encontrando versões semelhantes aos perfis de seus melhores clientes, em vez de apenas pagar seu custo padrão por lead.

Sim, essa abordagem pode, e muito provavelmente, custará mais para adquirir assinantes de qualidade. Mas, no final, o valor vitalício dos clientes valerá o investimento adicional. Lembre-se: aquisição mais inteligente = maior ROI.

Os programas de fidelidade e as coletas dados dos clientes

Muitas empresas já adotam programas de fidelidade e, em 2019, eles se tornarão muito mais sofisticados. Serão utilizados sistemas para coletar dados de clientes e entender melhor os comportamentos, permitindo que alcancem clientes fiéis com melhor personalização e adquiram outros novos com as mesmas características.

O que isso quer dizer? O empreendedor poderá acompanhar por e-mail o comportamento de seus clientes mais fiéis (por exemplo, aqueles que se envolvem com os e-mails com mais frequência) e entender melhor suas necessidades.

A que horas do dia os clientes preferem receber e-mails? Quais tipos de produtos costumam procurar e comprar? Quais promoções funcionam melhor para eles? Em seguida, as empresas poderão usar esses dados para incentivar assinantes com comportamentos semelhantes a participarem dos programas de incentivo, ofertas e fidelidade.

Marcas fortes no Brasil e no mundo já estão trabalhando dessa forma, com o objetivo de receberem dados de clientes. Essa combinação levará a um maior envolvimento na caixa de entrada e mais receita para as empresas que executam essas estratégias.

“Embora muitos no passado tenham alegado que o e-mail está morto e pronto para ser substituído por um novo canal brilhante, ainda temos que conhecer um verdadeiro sucessor para o nosso velho e bom amigo”, Sheryl Sandberg.

Fonte:
https://optinmonster.com/ecommerce-email-marketing-tips/
https://digitalks.com.br/noticias/7-estrategias-para-gerar-mais-vendas-com-e-mail-marketing/#
https://neilpatel.com/br/blog/como-fazer-email-marketing-4-exemplos-de-sucesso/
https://optinmonster.com/ecommerce-email-marketing-tips/
https://emailslucrativos.com.br/v2/
https://marketingland.com/email-marketing-trends-to-expect-in-2019-254584

 

Entenda como os manequins de loja ajudam a alavancar suas vendas

Entenda como os manequins de loja ajudam a alavancar suas vendas

Os manequins são silenciosos, mas poderosos vendedores!

Eles mexem com a nossa imaginação, pois fazem com que as roupas pareçam melhores do que são. Logo, somos atraídos para comprar! Essa é uma das principais razões para as lojas utilizarem manequins em suas vitrines. E não é por menos. Esses ‘bonecos encantados’ dão às pessoas uma ideia de como as peças podem ser usadas ​​e como ficam no corpo.

Seja para o setor de moda (vestuário,acessórios), casa e decoração em geral, a forma como os produtos são dispostos visualmente tem um grande impacto nas vendas e, por esse motivo, é provável que os manequins sejam a ferramenta mais importante na hora de exibir os produtos.

Os manequins são mais visualmente atraentes do que uma prateleira de roupas! Eles enriquecem o ambiente da exposição e ajudam a criar uma sensação propícia para as compras. E, convenhamos, as pessoas passam mais tempo em um ambiente quando ele é agradável e atrativo.

Tática de Influência

Exibir produtos com manequins é o primeiro passo para chamar atenção dos futuros clientes, e ainda funcionam como um tipo de publicidade gratuita do conteúdo exclusivo da loja. As chances de um visitante se tornar cliente aumentam, uma vez que ele terá a oportunidade de olhar mais produtos, além daqueles que se interessou no início.

Como estratégia, os expositores colocam as melhores roupas nos manequins para mostrar os produtos que são exclusivos. Além disso, eles ajudam o cliente a entender o propósito de um produto.  Ou seja, para cada ocasião exige uma roupa diferente: traje formal para festas, esportivo para jogos, moda verão para praia, moda pijama para dormir e, assim por diante.

Estilo da loja e tendências

Os manequins também são responsáveis por mostrar o estilo da loja e as tendências do momento, desde roupas da estação, até datas temáticas. Eles mostram ao cliente quais os looks e cores que serão mais usados na estação, além de mostrarem qual o estilo que vai usar no carnaval, no ano novo, no halloween e por aí vai.    

É possível notar que os manequins não vendem apenas as roupas que estão vestindo, mas também as peças e acessórios que compõem o ambiente da vitrine. Isso permite que o consumidor perceba o tema da exposição e crie, em sua mente, uma imagem do que ele pode esperar da loja.

Deu para notar que esses bonecos da moda também funcionam como elementos de design, já que contribuem para a ambientação e a personificação da loja. A forma como são posicionados e compostos por roupas e acessórios demonstra o perfil de cliente que a loja atende, além de transmitir a atmosfera e a identidade da marca.

Lembre-se, a criatividade do lojista faz toda a diferença na hora de expor as mercadorias e transmitir mensagens para os consumidores.

Seja no mundo ON ou Off, os manequins estão com tudo!

Mesmo os vendedores de marketplaces e lojas online, confirmam que os itens compostos em manequins e depois fotografados para expor online, vendem mais rápido e, até por um valor melhor, do que o mesmo item que é exibido em cabide.

Muitas lojas conhecidas mundialmente, tiveram que reformular a abordagem de merchandising e os manequins entraram novamente na jogada. Nos Estados Unidos, por exemplo, lojas conhecidas por muitos brasileiros, como a Bed Bath & Beyond e a Target, modificaram a forma de exposição dos produtos.

Eles perceberam as dificuldades, por parte de seus clientes, na escolha dos itens para a decisão final de compra. Até então, ao entrarem nas lojas para navegar, tudo que viam era um mar de prateleiras. Houve uma grande transformação no setor, por parte destas empresas, com o objetivo de melhorar a apresentação dos produtos.

Caso de sucesso: como Target triplicou suas vendas ao incluir manequins em suas lojas?

Quando a Target começou a incluir manequins em suas lojas, as vendas dos itens exibidos triplicaram! O impacto da mudança foi tão grande, que a rede acrescentou consultores para suas seções de beleza, bem como manequins para mostrar itens de vestuário e dar aos clientes ideias sobre como montar um look em conjunto, no estilo de loja de departamentos.

As mudanças – que ocorreram em 1.400, das cerca de 1.800 lojas da Target – proporcionaram um lucro de 30% para a rede. Mais recentemente, lançaram o que chamam de ‘inovação doméstica’. São áreas que mostram utilidades domésticas em vitrines específicas para decoração, que ajudam os consumidores a imaginar como os utensílios apareceriam na sala de jantar ou na cozinha, em vez de colocados sem criatividade alguma em uma prateleira.

As áreas de decoração de ambientes para escritórios e residências são também aprimoradas constantemente por essas empresas, seguindo as tendências de decoração. A rede de lojas prova que itens expostos de maneira criativa são vendidos de três a quatro vezes mais  do que a média da categoria doméstica.

No mundo das compras físicas, há uma necessidade insaciável de surpreender os clientes, para isso, é importante inovar completamente as regras de exposições dos produtos, quando se achar necessário.

Fonte:
https://www.comacmoveis.com.br/o-papel-dos-manequins-como-elemento-de-venda-e-atracao-de-clientes/
https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2012/03/19/manequins-atraem-olhar-do-consumidor-e-refletem-conceito-da-loja.htm
https://blog.mannequinmadness.com/
MannequinMadness.com
https://blog.mannequinmadness.com/2016/01/when-you-add-more-mannequins-in-your-store-your-sales-increase-heres-why/
Como fazer o Pós venda

Como fazer o Pós venda

Como fazer o Pós venda

As empresas se preocupam muito em vender os produtos, porém, muitas vezes se esquecem que  o pós  venda é super importante, é necessário fazer a assistência ao consumidor caso haja algum problema com o produto ou no processo de compra.

Como fazer o Pós venda

Um bom exemplo são os e-commerces que precisam ter uma estrutura como um SAC serviço ao consumidor para dar esse suporte. Entenda os principais aspectos que envolvem esse processo e por que ele é tão importante.

Vendi e agora?

Se você vendeu e acha que acabou o trabalho, se enganou, pois o pós venda é fundamental para manter a reputação da sua marca. Solucionar problemas referente ao produto, ao processo de compra e de assistência são serviços essenciais para estabelecer um relacionamento e garantir a fidelização daquele que já comprou.

Algumas ferramentas auxiliam neste processo, segue abaixo:

  1. Disponibilize um canal para o atendimento, pode ser um telefone, um whatsapp, um e-mail.Como fazer o Pós venda
  2. Utilize questionários, pesquisas para saber o grau de satisfação do seu consumidor com relação aos seus produtos, a partir destes dados você pode descobrir coisas interessantes como produtos mais aceitos, produtos com menos defeitos, tipo de atendimento que o consumidor percebe, verifica se há falta de informação técnica referentes aos produtos, críticas, sugestões, percepções. A partir destes dados é possível mensurar  os pontos fortes e os pontos fracos do seu produto.Como fazer o Pós venda
  3. Promova eventos nos quais permita interação e proximidade com o consumidor, uma festa no local, um show, um happy hour, uma presença de influenciador etc… os eventos funcionam como uma forma de estreitar o  relacionamento, atraem mais consumidores e melhoram a visibilidade.
  4. Participe de grupos de comerciantes ou associações, isso facilita a geração de novas idéias, parcerias, fornecedores, além de manter-se no antenado com o mercado concorrente.Como fazer o Pós venda
  5. Se você tiver dados dos clientes que já compraram, como data de aniversário, e-mail, isso poderá virar uma estratégia de inbound marketing, entre em contato com o seu cliente, felicite pelo aniversário, mande uma promoção especial personalizada, dê um desconto ou ofereça um brinde, são ações que fixam a marca e criam uma boa impressão ao cliente, que se sente querido, importante e bem informado, além de fazer propaganda para os amigos.Como fazer o Pós venda
  6. O controle do pós venda permite ainda mensurar o que deu certo e o que precisa melhorar a partir do feedback do consumidor, permite refazer estratégias, mudar ou buscar novos produtos, de acordo com os resultados obtidos nas pesquisas, no atendimento ao cliente e na mudança organizacional.

Como fazer o Pós venda

O cliente quando é lembrado depois que efetuou uma compra, se torna mais acessível, por que adquire confiança na sua marca e no seu produto, é uma forma de reconhecimento que só agrega valor. É assim que se constrói uma relação.

Esperamos que essas dicas ajudem no dia-a-dia e traga mais sucesso ao seu negócio!

 

Como fazer o Pós venda

 

Boas vendas e suporte.  

 

Como fazer sua loja se destacar

Como fazer sua loja se destacar

As empresas precisam investir em estratégias que facilitam a venda e que chame a atenção dos consumidores, confira abaixo o que a sua empresa precisa fazer para sair na frente, conquistar e fidelizar o cliente.

Estratégia de marca

Hoje em dia a reputação da marca é o principal componente de credibilidade e impulsiona  a vender os produtos, pois o sentimento de confiança precisa ser estimulado para que o consumidor não hesite em comprar. Mas para que isso aconteça, é necessário uma série de passos preliminares que determinam o sucesso desta construção de imagem, que todas as empresas precisam trilhar e algumas se destacam por se tornarem referência. Abaixo listaremos os principais passos que a sua empresa pode seguir e atingir os resultados esperados.

Apresentação da sua loja é fundamental

O primeiro passo é criar toda a identidade visual, de forma original, isso inclui  ter um logo, um site, cores da sua marca definidas, estes fatores determinam a mensagem principal dos objetivos da empresa. Dentro deste passo, é necessário definir a missão, visão e valores, sendo a missão o que quer oferecer para o cliente, qual o seu diferencial, que tipo de visão de negócio e quais os valores quer passar. Feito isso, tudo que se refere a imagem pode ser definido dentro de um padrão linear.

É importante salientar que toda empresa precisa ter planejamento e estratégia para atuar de forma diferenciada e impactar seu público de forma positiva.

Definição do Ponto de venda

Para sua empresa ter visibilidade é necessário que possua um bom ponto comercial, quanto melhor localizada, mais movimento e público poderá atrair, existem diferenças de resultados entre lojas que ficam em locais isolados e lojas que se localizam em pontos mais acessíveis e movimentados. Um ponto comercial não é só um imóvel, é um conjunto de características que criam a imagem do seu negócio, portanto pensar na localização é fundamental.

Decoração da loja

Assim como ” comemos” um prato bonito primeiro pelos olhos, o mesmo serve para a decoração do local em que vamos para efetuar uma compra. Alguns fatores influenciam a motivação do consumidor de forma mais rápida para que a compra aconteça. As pessoas preferem lugares bonitos e limpos, ao invés de lugares feios mal cuidados, desorganizados, tumultuados e poluídos visualmente, por isso, investir em algumas coisas é fundamental:

  1. Cuide da sua vitrine – crie um visual atraente, bonito, clean ou colorido e bem iluminado
  2. Aromatize seu ambiente – como ensinamos em outro post, imprima um aroma a sua loja e a sua marca, pois as pessoas associam a emoção as lembranças, e isso facilita a aproximação, além de ser um diferencial com relação ao concorrente
  3. Organize seu espaço – distribua os produtos por setores, organize por cores ou categorias
  4. Sinalize  – utilize placas, setas, ícones, divida os espaços, crie ambientes

Atendimento ao cliente

Além de todos os tópicos acima, o grande diferencial está no atendimento ao cliente, pois de nada adianta ter o melhor produto, a loja mais bonita e ter um péssimo atendimento. Portanto invista em uma boa seleção e treinamento dos vendedores, afinal é o vendedor que representa a sua empresa, se ele fizer isso de qualquer jeito ou de forma errada, toda a sua estratégia e investimento se perde, e consequentemente não efetiva as vendas.

Lembrando que a reputação da marca é sua digital, por isso, tudo precisa estar em sintonia. Assim, não basta ter um local organizado, atraente e um bom produto, é preciso ter uma estratégia, bons vendedores, boa comunicação e regularidade de ações estratégicas de marketing.

Seguindo esses passos o seu negócio pode alcançar o resultado esperado e prosperar.

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender mais

5 dicas infalíveis para sua empresa vender mais

5 dicas infalíveis para sua empresa vender mais

 

Infraestrutura básica inicial

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender mais

Uma das maiores preocupações dos lojistas, distribuidores e vendedores é como vender mais, porque o produto já tem, assim como as informações sobre ele, o estoque, enfim, a parte material está pronta, mas isso não é sinônimo de venda, é apenas a parte operacional básica. Para vender é necessário atrair os clientes. E de que forma podemos fazer isso para garantir o sucesso do negócio? Reunimos aqui algumas informações para que a sua loja saia na frente e alcance as metas de vendas.

 

A importância das Ferramentas de Marketing

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender maisA primeira dica e mais importante é: invista em marketing digital (mídia online), hoje nenhuma empresa sobreviverá apenas a com mídia paga,  ter um ponto comercial, vendedores e  estoque, não é suficiente, pois é  preciso criar um mecanismo de divulgação eficiente para seu público alvo, ou seja, estratégias inteligentes para atrair e engajar o consumidor.

Para isso é  necessário primeiro ter um bom web site de referência, com dados atualizados, funcionando e totalmente responsivo, ou seja, abre de forma organizada em computador, tablet ou smartphone. Para isso você poderá  recorrer a uma agência digital ou um profissional freelancer.

 

Como usar as redes sociais

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender maisA segunda dica importante é criar páginas do seu negócio em todas as plataformas e redes sociais, compartilhar conteúdo rico (ebooks gratuitos, infográficos, white papers) adequados a cada uma delas, o consumidor é atraído por empresas que fornecem conteúdos interessantes e se relacionam com ele. Hoje a maioria das plataformas tem um formato próprio para divulgação de empresas, você só precisa entrar e criar a sua página.

 

Como atrair o público

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender maisA terceira dica é alimentar de forma constante a sua rede de clientes atuais, contatos e potenciais futuros clientes através de conteúdos e inovações; como posts, novidades, informações, curiosidades, atividades interativas, enquetes, concursos etc…

Só é lembrada a empresa que está em evidência e ativa, a construção de uma marca forte depende do trabalho de divulgação e do nível de interação da sua empresa com o seu cliente. Invista neste relacionamento e veja os resultados a médio e longo prazo.

 

Ações que alcançam mais pessoas

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender maisA quarta dica é faça promoções originais, crie campanhas ou eventos que despertem a atenção de quem acompanha sua marca  e de quem compra o seu produto. Ações de impacto social dão muito resultado, criar interação, cursos, sorteios, enfim, aposte no relacionamento. Criar uma comunicação interpessoal aproxima e fideliza.

 

Como criar conexão com o consumidor

 

5 dicas infalíveis para sua empresa vender maisA quinta e última dica é traçar um cronograma de ação, o planejamento é a melhor arma com relação a concorrência, surpreenda seu cliente, mantenha-o informado, crie um canal de comunicação, pergunte a ele o que acha da sua empresa, do seu produto, saiba o que ele gosta e traga informações que seja do interesse dele, isso criará uma confiança e ele será a sua melhor propaganda. Hoje as pessoas compram mais por indicação do que por mera propaganda. Faça sua empresa criar uma marca forte e tenha mais proximidade com o público alvo.  

Esperamos que estas dicas te ajudem a vender mais em menos tempo, acompanhando as tendências de mercado e atendendo as expectativas do consumidor.