Crie uma ambientação Estratégias Sensoriais

Crie uma ambientação – Estratégias Sensoriais

Crie uma ambientação Estratégias Sensoriais

Atrair o público-alvo da sua marca e aumentar as vendas não é uma tarefa simples de ser executada.

Pelo contrário, é necessário usar estratégias que vão ajudar a colocar a marca em evidência entre os clientes em potencial – como as estratégias sensoriais que são consideradas soluções inovadoras.

Como parte do marketing sensorial essas estratégias têm intuito de mexer com as emoções do consumidor através dos sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar) e com isso pode criar um vínculo entre o cliente e marca.

Esse tipo de estratégia é necessária aos pontos de venda por possibilitar a aproximação da marca com o seu público e criar experiências memoráveis. Dessa forma, a marca não só aumenta as chances de executar uma venda como também pode criar um vínculo com o seu novo cliente, fidelizando.

As estratégias sensoriais ajudam a marca reforçar o seu posicionamento no mercado. Elas aguçam os sentidos dos consumidores e permite que eles a reconheçam com facilidade identificando algumas das suas características.

Quer saber como usar o marketing sensorial em seu ponto de venda? Veja abaixo algumas dicas de como aplicar essas estratégias e atrair os clientes.

Invista no visual. Torne seu PDV visualmente atrativo

Muitas vezes o primeiro contato do consumidor com a sua marca é através do seu ponto de venda, por isso que é necessário investir em uma fachada bacana e que chame a atenção do consumidor. Torne o seu PDV atrativo. É preciso trabalhar com uma fachada bonita, vitrines instigantes e tudo que faça o cliente em potencial olhar e se sentir atraído pelo ponto de venda.

Invista em aromas que representam a imagem da marca

Para uma cafeteria, por exemplo, é muito fácil despertar interesse entre os consumidores em potencial através do olfato, mas para uma loja de roupa essa tarefa pode ser um pouco mais complicada. Na verdade, o ideal é que você tenha a imagem da marca muito bem definida para que encontre um aroma que represente isso. Assim o cliente vai ligar o aroma à sua marca.

Deixe o produto à disposição do cliente, faça-o sentir

Uma loja de móveis ou roupas de cama pode ganhar a atenção do público de diferentes formas, mas uma das mais eficientes é a possibilidade de os clientes sentirem os produtos. Permita que o cliente se aproxime de todos os produtos e a partir disso os sinta despertando interesse. Portanto, faça a distribuição eficiente dos produtos, não o impedindo de tê-los por perto.

Monte uma trilha sonora personalizada para a sua marca

A música que você coloca para tocar na sua loja também pode estimular os clientes a consumirem. A playlist precisa representar o “mood” da sua loja, transmitindo valor aos produtos. Não é só colocar a música da temporada para tocar. Pelo contrário, a trilha sonora do PDV diz muito sobre ela e tem a possibilidade de criar um vínculo entre o cliente em potencial e a marca.

Crie sabores que representam a sua marca

Crie uma ambientação Estratégias SensoriaisConhece a máxima sobre conquistar alguém pelo estômago? Pois ela pode fazer a diferença no seu negócio. Ligar o sabor de algo ao seu produto ou a sua marca também ajuda a criar vínculo com os clientes. Tente oferecer um bolo, um café ou até uma bala. Na verdade, você precisa oferecer algo que desperte interesse, como o uso de balcões para degustação de alimentos.

Crie uma ambientação usando estratégias sensoriais que possuam relação com a sua marca. Entenda que não adianta investir em diversas ações que usam os sentidos do consumidor se de certo modo eles não representam o seu produto ou marca. Essas estratégias precisam se “relacionar” a marca.

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando pouco

Construir um negócio de sucesso não é uma tarefa simples. Pelo contrário, é necessário se esforçar para superar todos os obstáculos que surgem pelo caminho inclusive em relação aos custos para vender seu produto/serviço. 

O crescimento de um negócio depende de diversos fatores, não apenas da vontade de alcançar a independência financeira ou ter o próprio negócio. É claro que esses são fatores importantes e que em algum momento podem influenciar a caminhada rumo ao sucesso, mas o que mais impede que um negócio cresça em seu ramo de atuação é sua impossibilidade de investir.  

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando poucoNão existe uma fórmula secreta. Todo negócio que deseja crescer e ter um aumento na margem de lucro preciso investir, mas isso não significa que é necessário gastar amplas quantias. É possível crescer o seu negócio muito, gastando pouco e o suficiente para ampliar as suas atividades no mercado.   

Com criatividade, pesquisa e estratégias eficientes isso se torna realidade, basta contar um plano de ação que possibilidade a busca por esse sucesso. 

Quer saber como crescer o seu negócio gastando pouco? Confira as dicas.      

Pesquise o mercado e os hábitos do seu público

Antes de cogitar a possibilidade de investir em anúncios ou outras ações é indispensável pesquisar o mercado, entender o que está acontecendo, ter noção sobre as tendências e claro, saber se os hábitos do seu consumidor passaram por mudanças. A pesquisa e o conhecimento direcioná-lo para o caminho correto ao apostar em algo que esteja de acordo com o mercado.   

Marque presença na internet. Esteja nas redes sociais

Se a sua empresa não está nas redes sociais ela praticamente não existe. É óbvio que as redes são dominadas por jovens, mas nesse tipo de mídia há consumidores de todos os tipos e idades, por isso é uma boa manter-se em um ambiente que o seu consumidor pode encontrá-lo com facilidade sem grandes custos. Mas não basta “estar”, é preciso se comunicar ativamente.  

O cliente satisfeito é sua maior máquina de divulgação

Um cliente feliz e satisfeito com a sua compra é uma das propagandas mais valiosas que existem para um negócio, por isso a sua empresa precisa ter o atendimento centralizado na satisfação do consumidor. Foque na simpatia e faça seu cliente se sentir especial. Tente trabalhar o pós-venda e deixe-o se sentir parte da empresa pois com isso é óbvio que ele irá recomendá-la. 

Uma empresa de sucesso não é nada sem um time de sucesso

Nenhuma empresa cresce sem ter um time competente que a mantem em evidência no mercado. Comece a valorizar o seu time para que o trabalho executado por ele faça a diferença na trajetória da empresa. Certifique-se de que os objetivos de todos estejam alinhados e que tenham vontade de ver a empresa vencer. Estimule, valorize e faça seu time se sentir especial.  

Inove na comunicação, nos produtos e assim em diante

Dicas para crescer o seu negócio muito, gastando poucoOs consumidores gostam de negócios que se adaptam as suas necessidades e oferecem produtos inovadores capazes de aumentar a sua satisfação. De fato, a sua empresa precisa começar a pensar para frente, no futuro e ter a pré-disposição para oferecer experiências diferentes do comum e que vão mostrar seu empenho em torná-lo o público-alvo cada vez mais satisfeito.  

Não existe fórmulas secretas quando o assunto é fazer seu negócio crescer e se sobressair no mercado. É claro que investir é interessante para que os consumidores notem as diferenças, mas isso não é tudo. É possível crescer o seu negócio muito, gastando pouco seguindo essas dicas, portanto, faça uma reflexão e mude a forma como tem buscando relevância no mercado. 

Aumente as vendas pelo Instagram

Aumente as vendas pelo Instagram

Aumente as vendas pelo Instagram

Não é segredo que o Instagram é uma das redes sociais mais influentes do mundo que todo mês registra um aumento no número de usuários ativos.

Aumente as vendas pelo InstagramEsse crescimento se dá pelas funcionalidades que a rede tem oferecido aos usuários e que vai além do compartilhamento das fotos e vídeos pessoais.

É interessante notar que o Instagram oferece novas experiências às pessoas e, inclusive, demonstra ter um ótimo potencial para o comércio eletrônico. Com isso a rede abre um novo “leque” de oportunidades aos negócios que desejam atrair novos consumidores, engajar e claro, converter em vendas.

Aumentar as vendas pelo Instagram é uma realidade. No entanto, para ter um resultado eficiente é necessário trabalhar com estratégias relevantes e que definitivamente tenho potencial de atrair o consumidor em potencial.

Para isso o conteúdo deve ser o seu grande diferencial, focando sempre na produção de conteúdo único e que definitivamente atraem o público-alvo. Ou seja, o cuidado como o “visual” nessa rede social é algo imprescindível.

Para que você aumente as vendas pelo Instagram e melhore a autoridade ou posicionamento da marca no mercado separamos algumas dicas. Veja.

  1. Mude sua conta para o modo negócio

O primeiro passo para que aumente as vendas pelo Instagram e mudar seu perfil para o modo negócio. Essa mudança te dá acesso há várias funções e que são imprescindíveis para esse objetivo de vendas como a possibilidade de analisar as métricas do seu perfil. Para essa mudança será preciso fazer login em seu Facebook e criar uma página para conectar ambas as contas.

  1. Use o Shopping Instagram para vender

Outra dica é usar o Shopping Instagram para vender produtos. Essa função permite marcar os produtos nas fotos ou vídeos que publicar para que seu seguidor consiga clicar nos links e ir até a página de compra. Com certeza é a função mais eficiente aos negócios, mas para usá-la também é necessária uma integração com o Facebook e cadastrar os produtos em um catálogo.

  1. Atenção ao visual, use conteúdos atrativos

Na internet você tem uma desvantagem no momento de vender. Como os produtos estão no digital o cliente não pode senti-los e vê-los com o olhar mais apurado, por isso que você deve investir em fotos, vídeos e afins que ajudam o cliente ter uma percepção melhor do produto. Então procure ao máximo criar fotos e vídeos atrativos, capaz de despertar uma curiosidade.

  1. Não foque apenas em número, mas em engajamento

Se você pesquisar o que é mais importante para ter sucesso no Instagram é provável que a maioria das respostas citem o engajamento. Sem dúvidas o engajamento oferece uma perspectiva melhor de sucesso, pois mostra que os usuários estão notando a marca e os produtos. Não se prenda ao número de seguidores, mas sim com o relacionamento entre o perfil x seguidores.

  1. Faça parcerias, elas te dão mais visibilidade como negócio

Aumente as vendas pelo InstagramOutra dica para que aumente as vendas pelo Instagram é fazer parcerias e divulgar seus produtos. As parcerias podem ser feitas com os usuários que são influencers e aliás, existem diversas maneiras da parceira acontecer. É possível encontrar influencers que aceitam divulgar sua marca apenas com o recebimento de produtos e outros que cobram para isso. Pesquise sobre.

Definitivamente o Instagram usa uma perspectiva diferente para vender os produtos de uma marca e isso é interessante pois o foco não é só a venda, mas o engajamento com o público que pode ajudar na fidelização. Então é crucial analisar as funções disponíveis na rede social, pois elas com certeza vão te ajudar na atração do público-alvo, assim como engajar e converter.

 

Aumente as vendas com WhatsApp

Aumente as vendas com WhatsApp

Aumente as vendas com WhatsApp

Entre os aplicativos de mensagem instantânea e chamadas de voz ou vídeo o WhatsApp é considerado um dos mais influentes do mundo e aliás, o app se tornou basicamente uma extensão das pessoas onde quase todos usam.

Aumente as vendas com WhatsAppNo Brasil o aplicativo ocupa o terceiro lugar como uma das plataformas de mídia social mais ativa (dados do relatório “Digital in 2018: The Americas”, que foi desenvolvido pelas empresas We are Social e Hootsuite) e inclusive pelo menos 56% da população brasileira usa o app WhatsApp ativamente.

Esses dados mostram o quanto esse aplicativo tem ganhado espaço entre a população e para os empreendedores seria um desperdício não usar dessa influência para criar mais um canal de comunicação e vendas aos clientes.

Aumentar as vendas com WhatsApp é uma estratégia que pode ser muito eficiente, mas para isso é necessário ter atenção aos processos. É crucial o cuidado na forma como se comunica com o cliente nessa plataforma, pois qualquer deslize pode causar um atrito na relação do cliente e a empresa.

Confira abaixo algumas dicas para que aumente as vendas com WhatsApp.

  1. Peça autorização de seus clientes para mandar novidades

Antes de tudo você precisa montar uma lista de contatos para dar início ao processo de vender pelo WhatsApp. Você jamais deve incluir um contato à lista sem a autorização da pessoa. Coloque o seu número de WhatsApp nas informações de contato do seu negócio para o cliente ir até você ou peça sua autorização para enviar as novidades da marca estimulando a compra.

  1. Não foque apenas na venda, mas em atrair e engajar

O processo para realizar uma venda e fidelizar o cliente se inicia ao atrair a sua atenção e engajá-lo. Então a dica é não ir direto ao ponto e oferecer os seus produtos/serviços de forma agressiva. Ganhe a confiança dos clientes e melhore seu relacionamento com eles, pois é a partir disso que terá mais liberdade para sugestão de compra de produtos que sejam do seu agrado.

  1. Esteja disponível para o seu cliente, não o deixe esperando

Demorar de 30 minutos a 1 hora para responder é tolerável, o problema é quando você deixa seu cliente esperando um retorno por horas ou até dias. Você deve estar disponível para o cliente, se não o uso do WhatsApp como mais um canal de vendas será inútil. Mantenha-se atento e caso não puder responder envie mensagens automáticas dando “prazos” para retorná-lo.

  1. Deixe claro qual é o horário de atendimento do WhatsApp

Pode parecer óbvio essa dica, mas alguns clientes entendem errado a ideia do seu negócio ter um WhatsApp e por isso acham que deve respondê-los a qualquer momento do dia. É importante que deixe claro os horários para atendimento. Se possível deixe uma janela maior do que o praticado pelos comércios tradicionais. Assim evitará um cliente irritado (e sem ter razão). 

  1. Aproveite o status do WhatsApp para engajar ainda mais

Aumente as vendas com WhatsAppO novo status do WhatsApp segue basicamente a ideia dos stories que são usados no Instagram. Eles são bem dinâmicos por isso tornam a divulgação dos produtos/serviços mais interessante. No status você pode anunciar as ofertas do dia, lançamentos de novos produtos ou serviços, convidar o seu cliente para eventos, comunicar sobre promoções da marca e entre outros.

Para que aumente as vendas com WhatsApp será necessário ser ágil e ter disponibilidade suficiente para trabalhar no relacionamento com o cliente. Entenda que não basta deixar mais um canal de comunicação disponível ao cliente se não se prontifica a responder. Dê atenção ao cliente, faça ele se sentir especial e com isso pode estimular a compra de produtos/serviços.

 

Aumente as vendas pelo Facebook

Aumente as vendas pelo Facebook

Aumente as vendas pelo Facebook

No Brasil o Facebook é a segunda rede social mais usada pelos brasileiros e por mais que muitos acreditam na ideia de que a rede não existe mais para as pessoas, existem alguns dados que comprovam exatamente o contrário.

Aumente as vendas pelo FacebookComo foi dito acima essa é uma rede muito ativa no nosso país, onde cerca de 59% da população está presente ativamente na mesma. Mas além disso vale citar outros números impressionantes do Facebook como é o caso dos usuários ativos mensalmente. De acordo com os dados do “Digital in 2018: The Americas” da We are Social e Hootsuite, são 130 milhões de usuários.

Esse tipo de dado impressiona qualquer pessoa e deveria demonstrar para os empreendedores que não acreditam mais no potencial da rede que não estar no Facebook é um grande desperdício – é como se dissesse não para um relacionamento eficiente com os consumidores e até para suas vendas.

Então o convidamos a pensar na possibilidade de aumentar as vendas pelo Facebook. É claro que essa não vai ser uma tarefa simples de ser realizada, mas se usar as ações que melhorem seu posicionamento na rede, você não apenas melhorará a sua taxa de vendas, como fará a fidelização de clientes.

Confira abaixo algumas dicas para que aumente as vendas pelo Facebook.

  1. Tenha uma página do seu negócio 100% ativa

Você não pode se rum turista em sua própria página. Os clientes precisam entrar na rede social e dar de cara com as suas publicações. Faça com que ele lembre da sua existência. Portanto mantenha a sua página ativa com a postagem de conteúdo único, personalizado e de qualidade. Além disso, é fundamental responder comentários e mensagens o mais rápido possível.

  1. Use conteúdos que causam impacto no consumidor

Não estamos falando para você postar algo polêmico e que assusta os seus clientes ou potenciais, mas sim para desenvolver um conteúdo que agiliza o processo de divulgação e venda de seus produtos ou serviços. No caso, é interessante usar conteúdos visuais, com artes agradáveis e atraentes, que estimulam o consumo do público. É esse o impacto que você deve causar.

  1. Tenha muito cuidado com a comunicação visual da sua página

Nós seres humanos temos a mania de julgar “o livro pela capa” e por isso a aparência da sua página no Facebook precisa estar impecável e se conectar com a imagem da marca. Se o cliente ou potencial entrar na página e ver o desleixo com o conteúdo, ele provável vai se esquivar e procurar por outra marca mais agradável para os seus olhos. Então busque se atente ao visual.

  1. Preste atenção às técnicas que estimulam as vendas

Você já ouviu falar da técnica de marketing digital “call to action”? Ela tem o papel de estimular um comportamento do usuário. Por exemplo, através do CTA você pode direcionar o público à sua loja virtual para conhecer um determinado produto e consequentemente adquiri-lo. A ideia é incentivar o cliente, por isso deve usar esse tipo de técnica nas publicações da página.

  1. Use o Facebook Ads para chegar até o seu público

Aumente as vendas pelo FacebookOutra dica para aumentar as vendas pelo Facebook é o uso da ferramenta de anúncios dessa rede social. O Facebook Ads pode promover sua página, impulsionar as publicações, sugerir ao usuário que visite o seu site, fazer a divulgação de seus produtos, ofertas ou promoções e entre outros. Essa é sem dúvidas uma ótima estratégia para alcançar o público-alvo do negócio.

Não existem segredos quando o assunto é vendas. Se você quer aumentar a venda de seus produtos ou serviços você precisa trabalhar com as ações que estimulem o comportamento de compra do cliente. Com isso, para que aumente as vendas pelo Facebook faça sua lição de casa. Crie uma página, a atualize diariamente, engaje o público e influencie na decisão de compra.

Já pensou em montar a sua loja no Facebook?

Já pensou em montar a sua loja no Facebook?

Já pensou em montar a sua loja no Facebook?

Por mais que as pessoas dizem que o Facebook deixou de ser uma rede de relevância nos últimos anos existem dados que mostram o contrário.

Com 59% da população como usuários ativos no Brasil, a rede ocupa o segundo lugar da lista das redes mais influentes do país – atrás apenas do YouTube.

Esse dado é do relatório “Digital in 2018: The Americas” das empresas We are Social e Hootsuite, que também dá uma visão sobre a eficiência dessa rede para o comércio eletrônico, ajudando na divulgação de e-commerces ou inclusive, sendo a plataforma “mãe” para as vendas de produtos físicos.

O Facebook permite que você venda seus produtos diretamente na rede e a partir disso usar a sua plataforma para integrar em outras redes, como é o caso do Instagram Shopping que usa do seu catálogo de produtos para a divulgação do mesmo assim como direcionamento para finalizar a compra.

Ficou interessado e começou a pensar na possibilidade de ter a sua loja na rede? Confira abaixo detalhes sobre como montar a sua loja no Facebook.

Alguma vez você pensou em vender os produtos da sua marca diretamente no Facebook sem o cliente ter que ir em outro site para realizar a compra?

Já pensou em montar a sua loja no Facebook?Parece até propaganda enganosa, não é mesmo? Mas realmente existe e o Facebook permite que você crie sua própria loja virtual em passos simples.

Para isso você precisa obviamente ter uma conta na rede social e ainda ter uma página com categoria de “compras”. Então se você tem uma página é necessário alterar o seu modelo (esse processo também é muito simples), caso contrário terá que criar uma outra página para começar suas vendas.

Entenda que antes de montar a sua loja no Facebook é interessante fazer a leitura dos termos de comerciante da rede social, pois isso evita que faça uso indevido dessa ferramenta podendo causar prejuízos em seu negócio.

O passo a passo para montar a sua loja no Facebook

Após mudar a sua página para a categoria de compras você pode dar início ao processo de criação da loja adicionando seus produtos e divulgando-as.

  1. Acesse a parte de configurações da sua página. Depois procure pela opção de editar página. Ambas as opções ficam disponíveis quando você entra na sua própria página e são bem simples de se visualizar.
  1. Dentro do menu de editar página você deve clicar em “adicionar uma guia” e logo em seguida procurar entre as guias gratuitas a opção de adicionar a loja. Clique na opção de adicionar para ela ir para a guia.
  1. Assim que adicionar a guia você pode voltar ao menu de edição para que comece a configurar a sua loja. Logo em frente da guia vai ter a opção “configurações”, seguindo os passos do Facebook para cria-la.
  1. Com isso você pode configurar se o método de compras será através de mensagens ou em um outro site (você pode direcionar o usuário), qual a moeda usada, adicionar descrições e claro, publicar produtos.
  1. Para adicionar um produto basta clicar em Adicionar Produtos. Para isso você deve incluir uma imagem, o preço do produto, descrevê-lo e informar se tem ele em estoque ou não. E pronto, agora é vender.

Já pensou em montar a sua loja no Facebook?Montar a sua loja no Facebook é um processo bem simples. É claro que os processos desempenhados nessa plataforma não são tão eficientes como a plataforma exclusiva para venda, mas ainda assim é algo interessante para você conseguiu vender seus produtos nas redes sociais de forma simples e rápida. Inclusive, os usuários agradecem quando você dá a eles essa opção.

Como aproveitar as datas comemorativas para ganhar dinheiro com sua loja online

Como aproveitar as datas comemorativas para ganhar dinheiro com sua loja online

Se você não quer sofrer com as consequências da sazonalidade, a dica é seguir um bom planejamento ao longo do ano

O Dia das Mulheres se aproxima e para o mercado de varejo, inclusive, o online, esta é a terceira melhor data para as vendas, ficando atrás apenas do Natal, dia das Mães e das Crianças. Portanto, entender o seu mercado e o que seu público deseja, além de suprir a demanda de forma planejada faz toda a diferença.

É importante saber qual data é mais promissora para o seu negócio, para isso, vai depender da percepção do seu público (o que ele mais valoriza). Às vezes também é possível mudar as estratégias, apenas adequando os processos de venda e entrega a seu produto ou serviço.

Antecipação

Se você lançar um produto, oferta ou descontos em serviços com 15 ou até 30 dias de antecedência, possivelmente perdeu o timing. Tudo porque esse é o deadline de entrega dos Correios.

Se o produto é vendido dentro desse prazo, mesmo que o tenha a pronta-entrega, caso o cliente opte pela Modalidade de Entrega dos Correios (PAC), correrá o risco de a encomenda não chegar a tempo. O melhor a fazer é lançar os produtos com, pelo menos, 45 dias de antecedência, a partir da data comemorativa.

Logística

Tente criar um Plano de Ação com certa antecedência. Assim, evitam-se os problemas comuns à época, como produtos esgotados ou danificados e atraso nas entregas. Garantir que as entregas sejam realizadas dentro do prazo é primordial.

Estoque

É importante criar um calendário de datas sazonais para organizar os itens de interesse em cada período e poder explorar o Planejamento de Marketing no tempo certo.  Assim, quando a data em questão estiver em tempo apropriado para iniciar as divulgações, deverá haver um ‘time’ avisando para checar o estoque dos produtos correspondentes (se está suficiente, se terá que comprar mais, etc).

Produtos que esgotaram ou que foram pedidos, mas não chegaram a tempo – dentro do deadline do planejamento sazonal -não será mais preciso esperá-los  para compor o estoque.

Preço

A oferta ou liquidação só funcionam se os preços realmente forem atrativos. Para conseguir oferecer bons descontos ao cliente, é necessário negociar com fornecedores (com antecedência). Dessa forma, eles podem oferecer condições melhores de preços.

Também é importante definir com clareza qual é o custo de cada um dos produtos que entrarão na promoção, de modo a quantificar corretamente a redução na margem de lucro e definir quais produtos farão parte da ação.

Marketing

Mais uma vez, com um bom Planejamento de Marketing em mãos, é possível decidir os canais para divulgação das ofertas, como será feito, com que frequência, o tipo de campanha e a intensidade da ação.

Se uma das estratégicas for criar anúncios pagos em buscadores ou mídias sociais, a antecipação pode garantir um custo mais adequado do que no momento de alta do mercado publicitário.

Criatividade

Outra ideia inteligente é mostrar em sua loja online quais produtos são indicados para a comprar na referida data. Isso porque a maioria dos consumidores não parte para a compra com uma ideia pré-definida do que realmente quer levar. Aproveitando esse gatilho, é bom mostrar sugestões criativas e interessantes, sempre respeitando o perfil do seu público e as tendências do momento.

Seja lembrado!

Antecipe a proximidade da data com mensagens e materiais criativos na página principal do seu site ou loja online. Capriche nas imagens dos produtos, destaque as opções interessantes, torne sua página atrativa e facilite a visibilidade dos produtos.

O desenvolvimento de ações promocionais que geram vantagens competitivas deve fazer parte do briefing. No mundo online é importante orientar seu cliente para os produtos que se referem à respectiva data comemorativa e, claro, incluir dicas que auxiliem a escolha e fazer uso de palavras chave nos mecanismos de busca.

Trocas

Assim como nas lojas físicas, os comércios eletrônicos devem adotar procedimentos de troca de forma simples e perspicaz. No período de trocas de produtos em datas comemorativas, o feedback com seu cliente e a agilidade no processo pode ser fator crucial.

Todos nós sempre optamos por comprar de marcas que facilitam a dinâmica de trocas, sem burocracias. Vale lembrar que a troca pode ser uma grande oportunidade de fidelizar o seu cliente e, a partir daí, nutrir um saudável relacionamento e aumentar muito mais as vendas com ele.

Apresentação da embalagem

A embalagem deve ser a ‘cara da sua marca’, é um detalhe que vale o capricho, mesmo sendo simples, mas bem elaborada, pode ter certeza que ficará na memória de quem recebe.

Mesmo o volume de vendas sendo grande, em datas comemorativas vale à pena caprichar, isso inclui tanto o caso das lojas físicas como as online.

Checklist do Plano de Ação

  • É importante seguir o plano de ação na íntegra. Para que a dinâmica de vendas dê certo, deve-se investir em plataformas e servidores que suportem o crescimento da demanda, principalmente que supram os períodos sazonais.
  • Uma dica é começar pelo adiantamento dos pedidos aos fornecedores para disponibilizar os produtos em tempo hábil para a entrega.
  • Quando houver uma promoção, dê atenção especial para que os produtos sejam corretamente embalados e endereçados aos respectivos destinatários.
  • Reforce o sistema de picking e packing (pegar o produto e embalá-lo) e expedição, preparando-se para o aumento natural de demanda, que deve já estar previsto para que não haja problemas de performance.

Trabalhar com datas comemorativas dá trabalho sim, mas é isso que se espera delas. No atual cenário econômico, elas salvam as vendas por muitos meses!

Fonte:
http://www.ideiademarketing.com.br/2016/04/20/como-tirar-proveito-das-datas-comemorativas/
https://www.tuty.com.br/blog/planeje-seus-lancamentos-para-datas-comemorativas-com-antecedencia-2
https://uolhost.uol.com.br/academia/superguia/como-fazer-promocao/5-datas-comemorativas.html#rmcl
https://blog.hotmart.com/pt-br/datas-comemorativas-negocio-digital/
https://blog.algartelecom.com.br/financas/como-lidar-com-vendas-sazonais/
Transforme seu WhatsApp em uma máquina de vendas!

Transforme seu WhatsApp em uma máquina de vendas!

Transforme seu WhatsApp em uma máquina de vendas!

Confira as principais dicas para fazer esse aplicativo trabalhar a seu favor

Você sabia que com o WhatsApp é possível impulsionar as vendas do seu negócio e ainda e criar autoridade para a sua marca? Se ainda não usa, está perdendo tempo e dinheiro.

Os dados publicados no portal Sebrae confirmam o motivo pelo qual o Facebook efetuou a compra bilionária do aplicativo em 2014. Afinal, atualmente, são 42 bilhões de mensagens trocadas entre usuários todos os dias em mais de 1 bilhão de grupos existentes na plataforma.

No Brasil, mais de 200 milhões de pessoas estão usando o WhatsApp, o equivalente a 75% do público. É como se 1 a cada 2 brasileiros usassem o aplicativo. O potencial de mercado para vendas é enorme! Pesquisas apontam que uma pessoa normal visualiza a sua conta no WhatsApp de 70 a 150 vezes no dia.

Curiosidades sobre o WhatsApp

Segundo o site Sky Net Sistemas, 64% das pessoas que usam WhatsApp afirmam que gostariam de receber ofertas e promoções pelo aplicativo desde que sejam relevantes. Isso é uma excelente notícia para quem pretende conquistar diversos clientes pelo aplicativo.

Outro dado interessante trata sobre a taxa de entrega das mensagens que é de 99,9%. A taxa de abertura das mensagens é de 92%. Convenhamos, afinal, 21% dos usuários de WhatsApp checam o aplicativo a cada 5 minutos e 33% das pessoas abrem o aplicativo assim que recebem uma notificação.

O seu cliente está no WhatsApp e você precisa acompanha-lo. O mais bacana é que não importa o tipo de negócio que você tem, o aplicativo serve para todos!

Acompanhe as dicas para aproveitar o WhatApp ao máximo e conseguir excelentes resultados

Crie contatos para a sua lista no aplicativo

Transforme seu WhatsApp em uma máquina de vendas!Para o trabalho com o WhatsApp começar certo, é necessário gerar contatos para a sua lista.  Comece criando cadastros de clientes, solicitando o número do celular dessas pessoas.

O Facebook possui um tipo de anúncio chamado Facebook Lead Ads. É possível fazer campanhas com ele e obter o número de telefone das pessoas que interessa. Outra dica é usar o CRM para extrair esses dados. Solicite ao contato para preencher um formulário ou faça campanhas de leads.

Seu cliente precisa autorizar para enviar as mensagens

Em continuidade ao item anterior, vem o pedido de autorização para enviar mensagens. Seu cliente precisa aceitar que esses conteúdos sejam enviados a ele, via WhatsApp.

Lembre-se, incluir um contato em uma lista, sem avisa-lo, e começar a enviar várias mensagens é invasivo. É bem provável que além de perder o cliente você crie um inimigo, pois nem todas as pessoas se sentem à vontade recebendo várias mensagens, muito menos de um Grupo que elas nem solicitaram para entrar.

Organize a lista de clientes por interesses

Ao adicionar uma pessoa na agenda de contatos, inclua um símbolo ou uma tag para identificar o interesse dele, ao lado do nome (em sua lista), dessa forma você estará personalizando seus contatos.

Se você é dono de uma clínica de tratamentos estéticos, por exemplo, pode classificar os seus contatos na agenda. É possível colocar algum tipo de identificação ao lado dos nomes do tipo: Cristina, está fazendo sessões de drenagem linfática, uma vez por semana, durante dois meses. Marcos, cliente antigo da clínica, tem problemas de pele e precisa fazer os procedimentos uma vez por mês.

Após os registros dos clientes, você pode classifica-los dessa forma: Cristina: Drenagem / semanal; Marcos: tratamento pele / mensal. Com isso, no momento do cadastro, já pode clicar na lupa do WhatsApp, digitar apenas “drenagem”, e criar uma lista somente com esse perfil de cliente e frequência das idas à clínica, para poder avisá-los.

As listas de transmissão terão todos os clientes classificados por tipos de tratamentos e aí você pode avisá-los sobre promoções, por exemplo.

Lista de transmissão ou grupo?

A lista de transmissão suporta até 256 contatos, isso quer dizer que é possível criar quantas quiser. O diferencial é que são segmentadas de acordo com o perfil de cada cliente. Desta forma, é possível ter um relacionamento com esses contatos.

A criatividade é que manda, pois podemos enviar ofertas, novidades, promoções, esclarecimentos, mensagem de bom dia e tudo mais que achar interessante.  Cada pessoa da lista vai receber a mensagem de forma privada. Ou seja, enviamos a mesma mensagem para todos da lista, mas o receptor verá a mensagem de forma individual.

O diferencial é esse: no grupo, todos enviam mensagens para o que fazem parte do mesmo e cria-se uma sala de conversa. Na lista, você e seu cliente conversam de maneira individual, mas o envio da mensagem que você faz é para todos de uma só vez!

Você sabia que mais de uma pessoa pode fazer o atendimento do seu cliente? Mas antes, você precisa separar os públicos para não misturar contatos de trabalho com os pessoais. Melhor ter um celular e um chip somente para o uso do WhatsApp Business ou dois celulares, um para uso pessoal e outro profissional.

Passo a passo para montar a sua lista de transmissão

  1. Crie contatos e adicione em sua agenda;
  2. Avise também o contato para adicionar o seu número na agenda dele;
  3. Você deverá abrir o WhatsApp;
  4. Em seguida, deverá clicar na tela de conversas do WhatsApp;
  5. Aperte o ícone ‘Nova Transmissão’ e escolha “Nova Lista”;
  6. Os contatos que você pode adicionar vão aparecer na sua tela;
  7. Selecione os nomes que escolher e toque no ícone de criar;
  8. Em seguida, vai abrir a sua primeira lista;
  9. Altere a lista, renomeando – a;
  10. Fique à vontade para colocar ou remover pessoas da lista.

Link direto do seu WhatsApp

Você pode criar um link direto do seu número de contato do WhatsApp e  colocá-lo no site oficial da sua empresa, em um anúncio ou no seu perfil do Facebook ou Instagram, por exemplo.

Funciona da seguinte forma: o seu contato ou uma pessoa interessada em seu negócio ou produto, clica na opção de ‘Enviar Mensagem’ e, automaticamente, a tela do WhatsApp vai abrir, tanto no celular como no computador dele.

Atraia, engaje e converta!

Crie um relacionamento saudável com seu cliente, sem força-lo a comprar nada. Ou seja, abasteça seu contato com informações de qualidade, que o envolva emocionalmente.

O mais importante nessa fase é atrair a atenção dele e isso só se consegue com trabalho de conteúdo de boa qualidade. Dessa forma, primeiro você irá conquista-lo para depois, num futuro próximo, puxa-lo para a conversão ou a venda, propriamente dita.        

Você sabia que as estratégias adotadas no SAC de um site ou e-commerce podem ser adotadas no WhatsApp? E ainda há um diferencial a favor do cliente, que é a facilidade de se relacionar com você pelo aplicativo de forma imediata. Caso contrário, ele teria que abrir um formulário de contato no site ou ter que enviar e-mail e esperar horas ou dias por uma resposta.

Fontes:
https://www.skynetsistemas.com.br/whatsapp-marketing/?utm_source=adwords&utm_medium=cpc&utm_campaign=dicas-taticas
https://baudoempreendedor.com/como-vender-mais-pelo-whatsapp/
http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/al/artigos/7-dicas-para-fazer-vendas-pelo-whatsapp,9f3476903c948510VgnVCM1000004c00210aRCRD
https://www.camilaporto.com.br/venda-mais/whatsapp-para-negocios/
Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?

Conheça as tendências para o uso do e-mail marketing e dicas valiosas que irão fazer essa ferramenta vender de verdade.

Você sabia que e-mail completou 40 anos de vida?  E parece que essa potente ferramenta de relacionamento continuará existindo por muitas décadas. O segredo do sucesso? Trabalho contínuo de personalização do público alvo, com foco na qualidade dos materiais e menos foco na quantidade.

As empresas estão em fase de desenvolvimento de orçamentos. E esse é o momento de reativar programas de e-mail marketing e redirecionar novos esforços à inovação e velocidade dos trabalhos, tudo para acompanhar os clientes que andam cada vez mais exigentes.

Podemos esperar que as expectativas dos consumidores em relação ao conteúdo de qualidade aumentem – se tornou uma tradição nos últimos anos.  Os programas de e-mail marketing se tornarão ainda mais personalizados e interativos e, como resultado, mais eficazes para gerar receita e fidelidade às marcas.

Para atingir esses objetivos elevados, confira as dicas do Marketing Land, um dos portais de marketing digital mais relevantes da atualidade.  

Conteúdo certo na frente dos clientes certos

Os profissionais não terão mais desculpas para deixar a personalização de conteúdo do e-marketing de lado. Tudo porque o volume de dados que capturam em navegações, históricos de compra e preferências de e-mail é grande e são dados valiosos para formar um mailing consistente.

Se você ainda não pensou nisso, deverá priorizar a coleta e o uso de dados para a criação de conteúdos alinhados com seu público. Outra valiosa dica é seguir o comportamento de navegação, compra, clique e taxa abertura para identificar o conteúdo que mais atrai o interesse dos assinantes.

O crescimento de pedidos nos dispositivos móveis

Historicamente, o valor dos pedidos médios – via dispositivos móveis (AOV) – ficou muito atrás do seu parceiro – o desktop – porque o consumidor tem menor probabilidade de efetuar grande compras pelo celular. Por exemplo, comprar um veículo do próprio celular ainda não virou costume para a maioria dos consumidores.

Um levantamento da empresa Yes Marketing, mostra um crescimento significativo no valor do pedido médio de dispositivos móveis pela primeira vez em muito tempo. No terceiro trimestre de 2018, a AOV móvel foi de US $ 66,40, apenas US $ 20 a menos que a AOV de 2017 (US $ 86,20), e isso é apenas o começo.

Acredita-se que ainda nos próximos anos se tornará mais comum a prática comprar produtos – de valores elevados – por dispositivos móveis, à medida que a experiência do usuário melhore. Para aproveitar essa tendência, as marcas precisarão conquistar a confiança dos usuários oferecendo conteúdo detalhado do produto (descritivo inteligente), mais imagens e vídeos e depoimentos de clientes, para levar os assinantes do e-marketing às compras.

Crescimento do conteúdo interativo

Você sabe como usar o e-mail marketing para aumentar as suas vendas?Seguindo a tendência de anos anteriores, o conteúdo interativo continuará a crescer e servirá como um grande estímulo para impulsionar as vendas ou simplesmente entreter e educar o cliente.

E-mails marketings com jogos, questionários, carrosséis de imagens ou simplesmente cliques de ‘diversão’ (a palavra da ordem), permitirão ao usuário interagir com a marca, sem necessariamente deixar registrado o próprio e-mail.

Qualidade deve sobrepor a quantidade

A logística de entregabilidade das informações tornou-se uma preocupação séria para as empresas. Devido ao fraco gerenciamento de dados e ao aumento dos padrões dos principais ISPs, como Gmail, Yahoo e AOL, os e-mails podem chegar rapidamente às pastas de SPAM’S. Isso pode fazer com que todo o trabalho desenvolvido pelos setores responsáveis seja inútil.

Para alcançar a caixa de entrada dos contatos da lista é preciso maximizar a receita de campanhas de e-mail marketing. Afinal, o profissional precisa garantir que as mensagens cheguem às caixas de entrada de seus assinantes com total segurança.

É preciso deixar de focar na quantidade de e-mails enviados e se empenhar na produção de materiais de qualidade, tanto no quesito conteúdo como design de materiais e sistemas seguros de envios. Isso significa abraçar ainda mais as melhores práticas, como a segmentação de perfis, limpeza de dados e a verificação constante de e-mails que chegam e saem da caixa.

Além de alcançar os atuais assinantes, os profissionais mais inovadores usarão os dados para impulsionar seus esforços de aquisição digital e segmentar novos cadastros. Modernize suas listas de aquisições, anexando os tipos corretos de dados e encontrando versões semelhantes aos perfis de seus melhores clientes, em vez de apenas pagar seu custo padrão por lead.

Sim, essa abordagem pode, e muito provavelmente, custará mais para adquirir assinantes de qualidade. Mas, no final, o valor vitalício dos clientes valerá o investimento adicional. Lembre-se: aquisição mais inteligente = maior ROI.

Os programas de fidelidade e as coletas dados dos clientes

Muitas empresas já adotam programas de fidelidade e, em 2019, eles se tornarão muito mais sofisticados. Serão utilizados sistemas para coletar dados de clientes e entender melhor os comportamentos, permitindo que alcancem clientes fiéis com melhor personalização e adquiram outros novos com as mesmas características.

O que isso quer dizer? O empreendedor poderá acompanhar por e-mail o comportamento de seus clientes mais fiéis (por exemplo, aqueles que se envolvem com os e-mails com mais frequência) e entender melhor suas necessidades.

A que horas do dia os clientes preferem receber e-mails? Quais tipos de produtos costumam procurar e comprar? Quais promoções funcionam melhor para eles? Em seguida, as empresas poderão usar esses dados para incentivar assinantes com comportamentos semelhantes a participarem dos programas de incentivo, ofertas e fidelidade.

Marcas fortes no Brasil e no mundo já estão trabalhando dessa forma, com o objetivo de receberem dados de clientes. Essa combinação levará a um maior envolvimento na caixa de entrada e mais receita para as empresas que executam essas estratégias.

“Embora muitos no passado tenham alegado que o e-mail está morto e pronto para ser substituído por um novo canal brilhante, ainda temos que conhecer um verdadeiro sucessor para o nosso velho e bom amigo”, Sheryl Sandberg.

Fonte:
https://optinmonster.com/ecommerce-email-marketing-tips/
https://digitalks.com.br/noticias/7-estrategias-para-gerar-mais-vendas-com-e-mail-marketing/#
https://neilpatel.com/br/blog/como-fazer-email-marketing-4-exemplos-de-sucesso/
https://optinmonster.com/ecommerce-email-marketing-tips/
https://emailslucrativos.com.br/v2/
https://marketingland.com/email-marketing-trends-to-expect-in-2019-254584

 

Entenda como os manequins de loja ajudam a alavancar suas vendas

Entenda como os manequins de loja ajudam a alavancar suas vendas

Os manequins são silenciosos, mas poderosos vendedores!

Eles mexem com a nossa imaginação, pois fazem com que as roupas pareçam melhores do que são. Logo, somos atraídos para comprar! Essa é uma das principais razões para as lojas utilizarem manequins em suas vitrines. E não é por menos. Esses ‘bonecos encantados’ dão às pessoas uma ideia de como as peças podem ser usadas ​​e como ficam no corpo.

Seja para o setor de moda (vestuário,acessórios), casa e decoração em geral, a forma como os produtos são dispostos visualmente tem um grande impacto nas vendas e, por esse motivo, é provável que os manequins sejam a ferramenta mais importante na hora de exibir os produtos.

Os manequins são mais visualmente atraentes do que uma prateleira de roupas! Eles enriquecem o ambiente da exposição e ajudam a criar uma sensação propícia para as compras. E, convenhamos, as pessoas passam mais tempo em um ambiente quando ele é agradável e atrativo.

Tática de Influência

Exibir produtos com manequins é o primeiro passo para chamar atenção dos futuros clientes, e ainda funcionam como um tipo de publicidade gratuita do conteúdo exclusivo da loja. As chances de um visitante se tornar cliente aumentam, uma vez que ele terá a oportunidade de olhar mais produtos, além daqueles que se interessou no início.

Como estratégia, os expositores colocam as melhores roupas nos manequins para mostrar os produtos que são exclusivos. Além disso, eles ajudam o cliente a entender o propósito de um produto.  Ou seja, para cada ocasião exige uma roupa diferente: traje formal para festas, esportivo para jogos, moda verão para praia, moda pijama para dormir e, assim por diante.

Estilo da loja e tendências

Os manequins também são responsáveis por mostrar o estilo da loja e as tendências do momento, desde roupas da estação, até datas temáticas. Eles mostram ao cliente quais os looks e cores que serão mais usados na estação, além de mostrarem qual o estilo que vai usar no carnaval, no ano novo, no halloween e por aí vai.    

É possível notar que os manequins não vendem apenas as roupas que estão vestindo, mas também as peças e acessórios que compõem o ambiente da vitrine. Isso permite que o consumidor perceba o tema da exposição e crie, em sua mente, uma imagem do que ele pode esperar da loja.

Deu para notar que esses bonecos da moda também funcionam como elementos de design, já que contribuem para a ambientação e a personificação da loja. A forma como são posicionados e compostos por roupas e acessórios demonstra o perfil de cliente que a loja atende, além de transmitir a atmosfera e a identidade da marca.

Lembre-se, a criatividade do lojista faz toda a diferença na hora de expor as mercadorias e transmitir mensagens para os consumidores.

Seja no mundo ON ou Off, os manequins estão com tudo!

Mesmo os vendedores de marketplaces e lojas online, confirmam que os itens compostos em manequins e depois fotografados para expor online, vendem mais rápido e, até por um valor melhor, do que o mesmo item que é exibido em cabide.

Muitas lojas conhecidas mundialmente, tiveram que reformular a abordagem de merchandising e os manequins entraram novamente na jogada. Nos Estados Unidos, por exemplo, lojas conhecidas por muitos brasileiros, como a Bed Bath & Beyond e a Target, modificaram a forma de exposição dos produtos.

Eles perceberam as dificuldades, por parte de seus clientes, na escolha dos itens para a decisão final de compra. Até então, ao entrarem nas lojas para navegar, tudo que viam era um mar de prateleiras. Houve uma grande transformação no setor, por parte destas empresas, com o objetivo de melhorar a apresentação dos produtos.

Caso de sucesso: como Target triplicou suas vendas ao incluir manequins em suas lojas?

Quando a Target começou a incluir manequins em suas lojas, as vendas dos itens exibidos triplicaram! O impacto da mudança foi tão grande, que a rede acrescentou consultores para suas seções de beleza, bem como manequins para mostrar itens de vestuário e dar aos clientes ideias sobre como montar um look em conjunto, no estilo de loja de departamentos.

As mudanças – que ocorreram em 1.400, das cerca de 1.800 lojas da Target – proporcionaram um lucro de 30% para a rede. Mais recentemente, lançaram o que chamam de ‘inovação doméstica’. São áreas que mostram utilidades domésticas em vitrines específicas para decoração, que ajudam os consumidores a imaginar como os utensílios apareceriam na sala de jantar ou na cozinha, em vez de colocados sem criatividade alguma em uma prateleira.

As áreas de decoração de ambientes para escritórios e residências são também aprimoradas constantemente por essas empresas, seguindo as tendências de decoração. A rede de lojas prova que itens expostos de maneira criativa são vendidos de três a quatro vezes mais  do que a média da categoria doméstica.

No mundo das compras físicas, há uma necessidade insaciável de surpreender os clientes, para isso, é importante inovar completamente as regras de exposições dos produtos, quando se achar necessário.

Fonte:
https://www.comacmoveis.com.br/o-papel-dos-manequins-como-elemento-de-venda-e-atracao-de-clientes/
https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2012/03/19/manequins-atraem-olhar-do-consumidor-e-refletem-conceito-da-loja.htm
https://blog.mannequinmadness.com/
MannequinMadness.com
https://blog.mannequinmadness.com/2016/01/when-you-add-more-mannequins-in-your-store-your-sales-increase-heres-why/