Checklist: As peças que não podem faltar em nenhum estoque de loja varejista

Checklist: As peças que não podem faltar em nenhum estoque de loja varejista

Como garantir um estoque equilibrado? Que peças comprar? São perguntas chave para a checklist de estoque de loja varejista.

Peças de tendência sim, mas básicas também. E atenção a numeração. Neste artigo, descubra como fazer do seu estoque um aliado nas suas vendas.

Conhecer o consumidor

O comércio varejista tem características próprias e isto é muito importante para responder a esta pergunta: que peças não podem faltar no estoque? E a chave é o público-alvo. A proximidade com o consumidor é, sem dúvida, uma vantagem que deverá ser aproveitada. Como o volume de compras e de produtos é baixo, saber comprar é fundamental.

A loja de varejo precisa estar antenada com as últimas tendências, mas não investir todo o seu capital nelas. Tendência é isso mesmo! É um momento e que pode estar numa só estação. E há algumas mais arrojadas do que outras. Uma boa dica é observar o comportamento de compra do seu público-alvo. Atualmente, com as redes sociais, é possível criar um canal de comunicação direto com os seus consumidores e analisar o estilo e as peças que procuram.

Acredite! Ter este conhecimento é essencial para acertar na compra das peças que não podem faltar no estoque da sua loja.

Mix de peças

Checklist: As peças que não podem faltar em nenhum estoque de loja varejistaO estoque deve ser gerido de forma equilibrada: comprar sim, mas com atenção. Por isso, a análise do público-alvo é tão importante. De qualquer forma, é necessário pensar, também, na forma como os produtos serão apresentados na vitrine. Tendência é tendência e para captar a atenção do consumidor precisa estar exposto. O que é preciso decidir, e depende da proposta e estilo da loja, é qual será o destaque.

Imagine que a sua loja é para um público mais clássico. O néon, por exemplo, que é uma das tendências do momento poderá não ser o que o seu consumidor procura, mas poderá estar num acessório ou numa camiseta mais básica.

Pelo contrário, se o seu público tem um perfil mais descolado, a tendência das listras, por exemplo, que para um público mais tradicional, poderia estar na vitrine na forma de um conjunto completo, poderá estar exposta numa camiseta ou até num lenço como acessório. Esse jogo entre peças básicas e tendência, no caso do estoque de loja varejista, é essencial.

Falando de básicos

Básicos são aquelas peças curinga que não podem faltar no estoque. Camisetas de cores básicas como preto, branco e azul escuro, regatas e bodys. E as camisetas podem ter vários decotes como o em v ou o standard. Acessórios como cintos também são ótimos aliados para compor um visual na hora em que o consumidor está experimentando a roupa.

Bermudas e shorts em tempo de verão e calças de corte reto para todas as estações. Jeans e algodão são materiais a privilegiar. Na checklist do estoque de loja varejista, não podem faltar. O estoque tem que ter a flexibilidade de ajudar a vender aquela peça que está na moda. Claro que algumas tendências de moda são mais arrojadas do que outras, mas combiná-las com peças mais básicas e que poderão ser usadas com outras que o cliente já tem em casa, é sempre uma mais valia.

Cuidado com a numeração

Nada mais frustrante para o cliente quando a loja não tem a numeração daquela peça que ele viu na vitrine. Todos sabemos que o primeiro passo para que a venda seja feita é o interesse despertado pela vitrine. Todo novo cliente é um potencial consumidor fidelizado e, neste caso, é preciso evitar qualquer tipo de frustração.

Ter um estoque equilibrado em termos de numeração é fundamental. Um sortimento e reposição das peças é um item que não poderá ser desvalorizado quando se fala de gestão de estoque.

Segredos escondidos

Geralmente, as lojas de varejo são de pequena dimensão, o que significa que todo o estoque não poderá estar exposto. E isso é bom também e poderá ser aproveitado para alavancar uma venda. Se pensarmos no itinerário do cliente ele entrará na loja motivado ou por uma necessidade já formulada ou pelo interesse na vitrine. Estando na loja, é usual que as pessoas percorram as prateleiras e araras. Este é o momento também para a sugestão de outras peças que estão no estoque.

Para vender mais é preciso conhecer o seu estoque!

Renove seu estoque com a K2B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =